12 de out de 2013

Tratamento Capilar Porto Alegre - Fatores de crescimento capilar


As alopecias são doenças multifatoriais com vários mecanismos envolvidos.
Os conhecimentos sobre os ciclos de crescimento dos cabelos estão aumentando e novas substâncias são preconizadas para uso terapêutico.

OS FATORES DE CRESCIMENTO:

O folículo piloso é um dos poucos tecidos humanos que contém células germinativas.
A papila dérmica, que está em íntimo contato com a matriz capilar, é predominante na regulação do crescimento dos cabelos.
É neste local que os Fatores de Crescimento, peptídeos moduladores do metabolismo celular e reguladores da expressão genética, atuam como mensageiros bioquímicos entre as células, estimulando ou inibindo a divisão celular e o crescimento dos pelos.
IGF – Fator de Crescimento Insulínico - Estimula a Papila Dérmica promovendo um fio mais forte e espesso.
bFGF – Fator de Crescimento Fibroblástico Básico – Estimula a circulação sangüinea do couro cabeludo, revitalizando o folículo capilar.
VEGF – Fator de Crescimento Vascular – Induz a angiogênese promovendo maior nutrição do folículo capilar
O Fator de Crescimento do Fibroblasto (FCF) e o Fator a de Necrose Tumoral (FTN-a) inibem o crescimento do cabelo e, dependendo da patologia, estão envolvidos nos processos da queda de cabelo.
Estudos apontam que uma proteína denominada Wnt é o sinalizador para as células tronco foliculares gerarem o crescimento e a coloração dos cabelos.
A sua ausência impede a formação da cor e inibe o crescimento dos fios.
As principais células tronco envolvidas são os queratinócitos e os melanócitos da região folicular.
É possível que no futuro o uso de uma proteína semelhante se torne uma realidade na prevenção e recuperação da calvície.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.